O projeto Me Amo Assim foi criado pela Carol e pela Simone   c om a intenção de ajudar e propor amor próprio a menin@s que não se aceit...

#MeAmoAssim - Como Aprendi a me amar?

05:27 Islanya Gomes 23 Comentários



O projeto Me Amo Assim foi criado pela Carol e pela Simone com a intenção de ajudar e propor amor próprio a menin@s que não se aceitam ou tem dificuldade de olhar pra si mesmo e dizer com firmeza "ME AMO DO JEITO QUE SOU."

Bom... Hoje tenho 15 anos, meço 1,67 e peso 47,0 kg (por aí... não sei ao certo). Sempre fui uma criança magra, de início meus pais achavam que era por causa do meu problema nas amígdalas. Após a cirurgia eu engordei um pouco, mas nada muito significativo. Até aí tudo bem, minha mente inocente de criança nem sabia direito o que significava "amor próprio".

Eu fui crescendo até chegar naquela fase do comecinho da adolescência, quando os corpos de algumas garotas passam por uma transição. Pra falar a verdade, eu não ligava de ainda ter corpo de criança naquela época, o que doía lá no fundo era o comentário das pessoas e mais ainda das de minha família. Desde esse período minha mãe passou a me "empurrar" todo tipo de vitamina, para ela se eu estava magra, eu não estava saudável. Passei dos meus 11 aos 14 anos comendo forçadamente, achando que se eu tomasse todos aqueles remédios que me abriam o apetite eu iria chegar no tão sonhado corpo que eu via nas outras garotas.

Tinhas dias que eu acordava uma revolucionária e dizia para mim mesma "eu gosto do meu corpo, não vou fazer mais nada para tentar mudá-lo!", mas quando me comparavam com as minhas amigas era como se eu fosse errada, que eu não deveria ser daquele jeito.

E aos 14 anos eu conheci o feminismo (sim. feminismo não é odiar homens), através do Lugar de Mulher, que me ajudou tanto, tanto... que vocês nem imaginam. Me fez lembrar aquilo que na verdade eu sempre soube: o corpo é meu e eu mudo-o se eu quiser! Foi um grito de liberdade pra mim, saber que eu não era a única que estava naquela situação e que existiam meninas/mulheres que haviam passado coisas muito piores mas mesmo assim SE AMAVAM. Amor próprio... isso é lindo!

Hoje eu consigo sim me olhar no espelho e achar meu corpo lindo mesmo com os comentários de certas pessoas. Hoje eu consigo ligar o botãozinho do "eu não ligo pra sua opinião". Eu consigo, você consegue, nós conseguimos! Eu sou linda e você também é, desse jeitinho que você vê no espelho.

Para participar do projeto #MeAmoAssim clique aqui.
Confira também os posts da Jéssica, da outra Jéssica e da Manu!


23 comentários:

  1. Fico feliz pela sua aceitação consigo mesma, é muito difícil encontrar pessoas satisfeitas com o seu próprio corpo. Já fui obesa, tinha 12 anos e pesava quase 70kg, sempre fui gordinha, e fui o tipo de gordnha que até os 13 anos não ligava para os xingamentos de familiares e amigos. Porém me toquei de que queria mudar, queria emagrecer por mim e pela minha saúde. Perdi em um ano o suficiente, fiquei com 49kg. Passei a ver as coisas de maneira diferente, recebia elogios ao invés de xingamentos, deixei o maiô de lado e aderi o biquíni, muitas coisas mudaram e para melhor. Hoje cresci mais um pouco e estou pesando 53kg, e estou na luta para emagrecer novamente, não por estar gorda, mas sim porque quero me sentir melhor e para ser sincera, não estou satisfeita com meu corpo, ainda quero perder mais uns kg, ficar nos 49kg seria ótimo para mim!

    Um beijo, wwwgertiegirlcom.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O legal é que você quer mudar para ficar bem consigo mesma, não pela opinião dos outros. Parabéns, linda! ❤

      Excluir
  2. OI, que texto legal! Também aprendi a ter amor próprio e a melhor coisa que agente faz. Se aceitar do jeitinho que é. <3
    Beijos,
    http://pequenaleaozinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito legal seu cantinho Lany ! E você é uma pessoa linda, tanto pela aparência como pelas idéias tão bem resolvidas que você leva dentro de si, parabéns ! E já que você conseguiu atingir o amor próprio, o próximo passo é ajudar outras pessoas a atingi-lo também :)
    Bisous!!

    ResponderExcluir
  4. Temos historiam bastante parecidas, também sempre fui muito magrinha, escutei apelidos minha vida inteira por conta disso, minha mãe me chamando de doente, falando que eu tava magra de mais, que eu ia sumir, enfim falando coisas horríveis, no momento eu peso 48 (quero chega no 56) mais não e por causa dos outros,e sim para eu me sentir bem
    Postei um post no meu site, contanto melhor minha historia..
    Eu também estou participando do projeto, to amando.
    Beijos
    www.lamoonier.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudando o corpo ou se aceitando do jeito que é para ser feliz, é isso que importa! Vou ver seu post ;)

      Excluir
  5. Excelente post Islanya, muitas pessoas realmente pensam que feminismo é odiar homens...
    O que importa é se fazer feliz sempre!!!
    Bjins mil

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. É isso aí sofri igual a vc, passei por tudo que vc relatou, demorei a valorizar meu próprio corpo, mas hoje posso dizer que gorda ou magra eu me amo!

    http://www.morenaemoderna.com/

    ResponderExcluir
  7. Adorei o seu texto! Acho que essa época da adolescência é a mais complicada, que bom que você conseguiu superar isso e se amar do jeito que é!
    Beijos

    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  8. Você é linda, ser magra é o sonho da maioria hoje em dia, então sinta-se feliz. Ah, eu passei a mesma coisa que você... E amo meu corpo!

    http://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Estou ciente disso, por isso não faço mais drama em relação ao meu corpo, mas acho que as pessoas que querem ter um corpo magro precisam repensar se é isso mesmo que as fará feliz e se ela está fazendo isso apenas por si própria. Obrigada pelo elogio! ❤

    ResponderExcluir
  10. Adorei teu blog! Te convido a conhecer o meu (:
    http://about-a-lu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Tem que ser assim, Islanya! Não ligue para o julgamento dos outros ou pela opinião alheia, as que não irão te fazer bem, descarte e melhor! Nem dê ouvidos, é o que eu faço hoje em dia. Se me chamam de chata, se acham o meu corpo estranho e não atraente, se me acham não tão bonita - sim, porque todas nós somos lindas e maravilhosas, não existe gente feia! -, um dia, um cara vai achar (o cara certo :3) e não me importa a opinião dessas pessoas.
    Força e fé! Adorei o blog :D
    http://thoughtsandadventuresruhhbelle.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Ruhh! Obrigada pelo apoio, linda! ♥

      Excluir
  12. Isso mesmo flor! Você é linda do jeito que você é <3
    https://DiadePrincesablogs.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Obrigada e volte sempre! ❤

P.S: Comentários de baixo calão, spam e apenas de divulgação serão ocultados.